segunda-feira, outubro 31, 2011

Planilha diária de Controle de Gastos



Finalmente conseguimos acertar a planilha de controle diário de gastos. Eu tenho usado desde julho, cada mês salvo uma nova versão e vou preenchendo. Tem sido muito boa, ajuda a ver onde está indo o dinheiro e ajuda a disciplinar para anotar tudo e ter controle.

Compartilhamos no Google Docs, tem link na aba Compartilhamos aí em cima. No Google Docs vc só visualiza a planilha, pra usar tem que fazer download, e pode fazer tranquilo, porque não tem vírus, tá? É uma planilha Excel com as fórmulas todas funcionado. Pra colocar valores, vc tem que usar ponto pra separar as casas, não a vírgula. Por exemplo: vc gastou R$30,33 num livro. Escreve na planilha 30.33 e dá enter, automaticamente ela converte pra real e já começa a somar.

Na lateral esquerda estão os dias do mês, em cima as categorias, aí vc vai preenchendo.

Vc pode alterar os nomes das colunas para coisas q vc gasta e q nós não tenhamos colocado ali.
A coluna "Outros" serve para gastos imprevistos q não estão nas outras categorias e ao lado tem a coluna "Especifique", q é pra vc escrever qual foi o gasto. Por exemplo: esse mês gastei R$5,50 nos correios, mandando um presentinho de aniversário pra uma amiga. Coloquei na coluna "Outros" e na coluna do lado, "Especifique", escrevi "correios".

É bem simples de usar, só cuide pra não mexer nas colunas de valor, pq se alterar a fórmula vai dar erro no resultado final (o total geral).

Beijos da Taís.

sexta-feira, outubro 28, 2011

Listas de tarefas e endometriose



Tá nas minhas 101 Coisas:

88. Voltar a fazer minhas listas de tarefas

Essa semana eu fiz, numa folha qualquer, uma lista de tarefas. Uma delas é algo que eu venho protelando há mto tempo, desde o início do ano. Anotei, mais uma vez, na lista. Minha desculpa para não tê-la feito antes era falta de dinheiro, fui deixando.

Terça-feira, na hora do almoço, olhando pra lista enquanto comia meu sanduíche, eu resolvi ir resolver. Verifiquei o q eu precisava e fui. Antes q eu pudesse inventar qualquer nova desculpa, fui. Claro, fiquei um tanto frustrada pq a coisa não se resolvia na hora, na minha doce ilusão coisas burocráticas podiam ficar prontas na hora, mas elas não ficam. =/

Mas tdo bem, ficou pronto ontem e já fui buscar meu documento novo. Tudo bem q saiu meio caro pros meus atuais padrões, mas tinha q ficar postergando tanto? Não, não tinha. Como tá nesse post aqui, q eu traduzi da Danielle LaPorte, era uma pedrinha no meu sapato e eu acho mesmo q estava empacando minha vida.


Ainda tem umas outras coisinhas empacadas, inclusive com relação à minha saúde. Mto feio deixar coisas assim de lado, ficar postergando... eu poderia tentar enganar vcs e dizer q tenho um bom motivo, mas não tenho. Preciso fazer vários exames pq estou com um cisto no ovário direito, um possível endometrioma, coisa ligada à maldita endometriose q eu tenho (fui sorteada, pq a mana, ainda bem, não tem isso). A indicação do médico é de cirurgia e eu não quero fazer outra. Fiz uma uns tempos atrás, tb pra tirar um cisto e remover aderências pélvicas (eu tinha quase todos os órgãos grudados), e foi terrível, bastante traumático pra mim, q sou cagada e tenho medo de médico e hospital, fora a dor q eu senti durante dias e o tratamento q eu fiz com Zoladex, q me deixou toda errada e deve ter agravado a minha depressão.

A boa notícia é q não é câncer. A má notícia é talvez ter de fazer outra cirurgia. Estou postergando pra tomar coragem, esse é o meu "bom motivo". Enquanto isso, dá tempo de sair de férias e de continuar na leitura do meu livro sobre alimentação e endometriose. Por causa desse livro lancei o desafio no Mude.Nu, pq realmente preciso mudar minha vida por causa dessa doença. Já são anos de sofrimento e eu não aguento mais, quero q isso acabe (bem, de preferência).

Esse blog foi criado pq eu e a mana precisávamos e ainda precisamos mudar mtas coisas nas nossas vidas. Pra mim, uma delas é a maneira como eu lido com essa doença q eu tenho desde os 21 anos (com certeza, provavelmente tinha antes, mas só com essa idade fui diagnosticada). Eu passei mtos anos me entupindo de remédios pra dor, fugindo dela. Até que as aderências pélvicas e o endometrioma enorme q eu tinha me impediram de continuar fugindo. Eu sentia dor o tempo todo e mesmo tomando anticoncepcional direto, qualquer sangramento me deixava de cama, com vontade de urrar de dor. Além disso, tinha q tomar analgésicos cada vez mais fortes, q me deixavam chapada e inútil, pra poder viver.

Mas mta gente q me conhece nem sonha q eu sofria tanto e ainda sofro. Pq eu me entupia de remédio e fingia estar tudo bem. Dizia q não era nada, mesmo qdo tinha vontade de chorar de tanta dor. Escondia até da mana e ficava pensando, na época daquela novela com a Alessandra Negrini, q eu devia mesmo ser a "gêmea má" pra merecer tanto sofrimento. E eu tb tinha vergonha de não ser "normal": nossos pais, q são meio ignorantes, até hj acham q eu "peguei" isso de alguém. Acho q dá pra imaginar como é triste e solitário pra mim algumas vezes.

A maioria das pessoas não entende o q é endometriose, e nem quer entender. Principalmente homens: é problema de mulher, não tenho nada com isso. Meu namorado me ajuda, mas eu sei q ele não entende, simplesmente não consegue. Fico triste mesmo com isso. Eu acho q se algum homem tivesse endometriose, certamente já teriam inventado uma cura. Nessas horas dá raiva de ser mulher, dá raiva de tudo.

E é por isso q estou, finalmente, compartilhando esse assunto. Pq sei q muitas (mas mtas mesmo! é alarmante!) mulheres entendem o meu sofrimento, passaram pelo q estou passando e até por coisas piores e acho q se abrir e contar as coisas ajuda mto.


O livro q falei tem mais de 400 páginas e devo ter lido umas 80 até agora. Ele é super informativo. Qdo eu chegar na parte q fala mais específicamente sobre alimentação, eu vou começar a traduzir uns trechos por aqui e comentar minha experiência. Mas se alguém quiser trocar idéias ou fazer perguntas, sinta-se a vontade pra mandar um mail pra 6mesespramudar @ gmail. com (junte os espaços aí e mande! =) ).

Pra me comprometer comigo mesma e com vcs, amigas q nos leem, eu vou fazer os exames dia 3/11, depois do feriado, pq nessa data meu namorado pode me acompanhar. Obrigada pela força.

Beijos da Taís.

quinta-feira, outubro 27, 2011

Sorteio pras leitoras queridas! - encerrado



Acho q eu e a mana já mencionamos aqui um livro q a gente adora: "Porque os Homens Amam as Mulheres Poderosas?".
Se não falamos nele ainda, vamos falar agora. Esse livro é nosso guia! rsrsrsrs Sei q vai ter gente q vai torcer o nariz, mas ele é mto bom! De verdade! É engraçado, tem boas dicas e eu e a mana assinamos embaixo delas, pois a maioria funciona de verdade!

Pra mim, Paula, acho que esse livro foi o início de tudo. 
Peguei emprestado da mana depois de sair de um relacionamento fracassado que se arrastava há 6 anos. Eu estava meio desiludida com relacionamentos e, ao mesmo tempo, estava começando a me apaixonar pelo namorido. Esse livro abriu a minha cabeça.
Sério, sabe quando o céu tá cheio de nuvens e começa a clarear? Foi assim. Eu lia ele no ônibus todos os dias e devia parecer uma louca pq eu ria mto lendo. Ria pq tem que rir pra não chorar, né? E ria tb pq conhecia praticamente todas as situações descritas no livro. E, na maior parte das vezes, tinha agido exatamente como o livro dizia pra não agir. Será que foi por isso que deu errado? Não sei, mas é mta coincidência.
Confesso que, no início do meu relacionamento, usei mto as dicas do livro. E continuo usando na verdade. Começa a ficar meio automático.
Acho que ele te mostra a importância de te valorizar e isso reflete não só no teu relacionamento. Tu leva isso pra todos os campos da tua vida.
E nós seguimos espalhando as ideias. Não tem uma mulher pra quem a gente empreste o livro que não se identifique e não aprenda com ele.


Por isso, eu e a mana queremos sortear esse livro pra vcs. Temos certeza que vcs vão adorar.


Esse sorteio não é financiado pela editora, nem pela autora, não! Eu e a mana vamos comprar o prêmio com dinheirinho suado do nosso bolso e pagar o envio pelo correio. Por isso, ele é aberto só pra brasileiras ou pra quem tenha um endereço no Brasil. Desculpem, amigas portuguesas e de outros países, mas é que a grana anda curta.


Estivemos pesquisando pela net, e achamos o Sorteie.Me, um sistema que faz sorteios automáticos dentro do twitter e do facebook. Não achamos nada pra fazer o sorteio por aqui, algo automático, por isso resolvemos fazer dentro do Facebook. Basta curtir nossa fanpage, entrar na aba "promoções" e clicar em "quero participar". O sorteio vai ser em 27 de novembro de 2011. Nós vamos avisar no facebook e aqui tb e mandar e-mail pra pessoa sorteada, se o e-mail estiver disponível no perfil do FB. Se o vencedor não se anunciar em 5 dias, faremos o sorteio de novo.


Gostaram? Então curtam a gente no facebook e participem!


Beijinhos da Paula e da Taís.


Sorteio realizado dia 27/11/2011, através do Sorteie.me no Facebook, o resultado está aqui: http://sorteie.me/fb/5aD - o vencedor foi Ivanildo Souza.

quarta-feira, outubro 26, 2011

Blogs amigos!!!



Eu tenho tido pouco tempo pra ficar na internet e acompanhar os blogs amigos, mas sempre leio, ainda que não comente. Nessa semana, conheci alguns blogs me chamaram a atenção.

1) mude. nu: Amei! Mtos textos interessantíssimos e super úteis. Li durante horas. Não conseguia parar. Eles tem aqueles textos estilo auto-ajuda que eu tb não gostava, Thaís, mas hj consigo ver a importância de alguns desses truques.

Falando sobre textos de auto-ajuda. Eu odiava todos eles antes do blog.
Sabe o que esses textos me lembravam? Aquela cena do seriado "Sex and the City" em que a Charlotte vai atrás de um numa livraria, e chegando na seção de auto-ajuda, vê uma mulher gordinha e feia chorando ao ler um livro. A gordinha olhou pra ela enqto ela segurava o livro que foi buscar e diz "Esse livro me ajudou mto". A Charlotte larga o livro e finge que estava procurando a seção de turismo, pq, se o livro ajudou tanto, pq tu tá sentada chorando e lendo outro livro de auto-ajuda??

Hj, tenho uma visão um pouco diferente. Acho que esse tipo de livro pode sim te ensinar coisas. "O Segredo", por exemplo, me ensinou a força do pensamento positivo na vida da gente. É impressionante como a vida da gente melhora só de deixar o mau humor de lado.

Lógico que nada vai melhorar só pq tu sentou e leu esse tipo de livro. A gente tem que aplicar o que leu no dia-a-dia. E seguir em frente. Não ficar só sentada lendo livros. (acredite! eu conheço gente que faz isso)

2) Sweetest Person: Gostei mto de um post que a minha xará Paula fala sobre os blogs de forma geral. Ela chama a atenção da gente pra superficialidade. E isso fecha mto com o meu pensamento (acredito que o da mana tb) sobre o nosso blog.

Na verdade, esse blog foi uma forma de nós sairmos da acomodação. Nossos objetivos nunca foram um ponto final, mas sim um meio de fazer a nossa vida andar de novo, seguir em frente. Mas a dieta não é o principal fundamento da nossa existência. A gente busca a felicidade.

Nós chegamos num ponto, pra vc Thaís de novo, que não bastava arrumar uma coisinha aqui e outra ali. Era preciso começar do zero, do básico. Pra algumas pessoas, nossos objetivos podem até parecer meio bobos, mas eram extremamente necessários pra nós.

Citei a Thaís, pq ela comentou dizendo que a maioria das coisas que nós buscamos ela já tem (que ótimo, guria!), mas, ainda assim, tem outras coisas que ela ainda quer buscar. E é isso mesmo. Todo mundo tem alguma coisa que deseja, que sonha, por isso, não precisa estar no fundo do poço (como eu estava) pra se identificar com a gente. Se vc tem um sonho ou um objetivo a alcançar, seja ele qual for, vc é parecido com a gente. E vc, como nós, precisa correr atrás dos seus sonhos e da sua felicidade.

A @lucianaweb perguntou no twitter se o blog estava nos dando retorno ou se era só pra ter um blog mesmo.  A primeira razão pro nosso blog era o comprometimento. Com o blog, ficávamos mais motivadas porque queríamos ter progressos pra contar.
Mas no fim o blog rendeu mto mais do que esperávamos. Fizemos amigos, trocamos experiências, ganhamos mto apoio e torcida de pessoas que a gente nunca viu e inspiramos outras pessoas a tentarem melhorar sua vida tb.

Cada um dos comentários nos motiva a continuar, a refletir, a meditar. Nos ajuda com certeza! Espero que possamos fazer o mesmo pelas pessoas que nos lêem.

Beijinhos,
Paula


terça-feira, outubro 25, 2011

Resuminho das últimas semanas.



Eu costumo dizer que qdo parece que está tudo estabilizado na vida da gente, a gente leva uma rasteira, destrói tudo e tem que começar tudo de novo. Talvez a graça da vida esteja aí, mas é tão cansativo...

Eu mal tinha conseguido começar a melhorar e já resolvi que tudo ia mudar de novo, com o namorado dentro da minha casa. Lógico que a gente nunca pensa que tudo vai mudar de fato. Mas muda. Até acostumar é meio cansativo...

Agora, é reorganizar tudo de novo.

Qto aos objetivos, parece que ficou tudo meio conturbado com as 101 coisas. Como se tivesse confundido tudo. Eu só tenho que me lembrar que tenho 1001 dias pra conseguir as 101 coisas.

Apesar de tantos probleminhas, até que estou conseguindo não sair do eixo. Focar primeiro nos objetivos e ir fazendo as 101 coisas devagar. Mesmo dentre os objetivos, tenho escolhido alguns pra trabalhar primeiro, pra não me sobrecarregar.

Na parte do corpo, escolhi focar nos cuidados com a pele e com os dentes. Em tese, o regime e os exercícios eram pra sair naturalmente, mas não tem sido bem assim... Na verdade, não tem sido nada. Começo e termino o regime todos os dias. Sem nunca desistir de começar, pelo menos. Os exercícios estão adiados até o final da auto-escola, que acontecerá na semana que vem. Sem atrasos.
Só que ainda não consegui um dermatologista perto de casa e nem dinheiro pro dentista... Enfim, sigo tentando.

Tenho me dedicado bastante ao espírito. Minha prioridade total é a carteira de motorista. Farei a prova na semana que vem.
Tb tenho cozinhado bastante, como se pode ver por aqui. :)
O cuidado com o sono da minha filha tem sido feito com a ajuda da psicóloga dela e já tenho visto algum resultado. Ela acorda cada vez menos durante a noite.
No resto, ainda tenho patinado, mas tô indo.

Falando em patinar, me lembrei das coisas do espírito. Patinando total. Nenhum progresso concreto. É que tem faltado dinheiro pra minha terapeuta. E ela que me ajuda nesse sentido...

Sobre as 101 coisas... bem, fica pra outro post.

Beijinhos,
Paula

segunda-feira, outubro 24, 2011

Objetivo da 2a fase: aprender a fazer as unhas dos pés




Na 1a fase eu aprendi a fazer as unhas das mãos. Por isso resolvi aprender a fazer as unhas dos pés na 2a fase, como item das 101 coisas. Confesso que achei que seria muito mais fácil, já que pra fazer os pés você usa a mesma mão pros 2 pés (sou destra e é meio complicado fazer a mão direita). Fora que as unhas dos pés são maiores (algumas, não todas), mas... não foi bem assim.

Semana passada eu resolvi que ia fazer as unhas dos pés. Enchi uma bacia com água morna, passei hidratante nos pés e creme amolecedor de cutículas nas cutículas, deixei os pés de molho, separei o material necessário: empurrador de cutícula, tesoura de unhas, alicate de cutículas, lixas.

Depois de relaxar com meus pés de molho por um tempinho, me pus ao trabalho. Eu consegui tirar as cutículas, mas não consigo cortar as unhas retas (nunca consegui, na verdade) e fiquei tanto tempo dobrada em cima de mim mesma pra tirar as cutículas, cortar e lixar as unhas e dar uma lixadinha no calcanhar que desisti de pintar as unhas.

Não tenho vocação pra acrobata nem mulher elástica. Fiquei toda errada depois dessa sessão beleza e decidi que tirar as cutículas já foi cumprir o objetivo. Na boa: posso me permitir ir ao salão fazer as unhas dos pés, também não estou matando cachorro a grito. Agora já sei que consigo, ao menos, deixar os pés mais apresentáveis, e por isso estou dando esse objetivo por cumprido.

Tenho uma amiga que é manicure e ela disse que as manicures tb não fazem as próprias unhas dos pés, como elas estão no salão, fazem umas das outras, só as mãos que fazem sozinhas.

Fazer as mãos tem sido bem tranquilo pra mim, estou tentando usar aquele montão de esmaltes q tenho, apesar do meu alicate estar precisando de uma afiação urgente!

Não fiquem chateadas comigo, mas esse objetivo das unhas dos pés tá cumprido. Vou me dedicar mais às coisas mais importantes, q são melhorar meu sono, minhas finanças e minha alimentação.

Beijos da Taís.

sábado, outubro 22, 2011

Receitinha do fim de semana - Torta de Limão!



Demorei, mas tô aqui pra compartilhar com vcs a minha receitinha do final de semana, que foi sucesso absoluto com a família do namorido. A sogra chegou até a dizer que eu tinha mentido que não sabia cozinhar. hehehe Pra vc ver como tudo nessa vida a gente aprende.

Tirei a receita de uma caixinha de leite condensado. É extensa, mas é fácil e rápido de fazer. Pq vc tb não tenta?



TORTA DE LIMÃO
Massa:
- 2 xícaras de farinha de trigo
- 4 colheres de sopa de manteiga (fiz com margarina)
- 1/2 lata de creme de leite (equivale a uma caixinha)
- 1 colher de chá de fermento
Em um tigela, misture a farinha de trigo com a manteiga, o creme de leite e o fermento até soltar completamente das mãos ( no início parece que não vai soltar das mãos, mas solta). Deixe na geladeira por cerca de 30 minutos coberta com filme plástico. Forre com a massa o fundo e as bordas de uma forma de aro removível (25 cm de diâmetro) e fure com o auxílio de um garfo (esqueci de furar e não deu nada). Leve ao forno médio alto por 20 minutos. Reserve.

Recheio:
- 1 caixa de leite condensado
- 6 colheres de sopa de suco de limão
- 1/2 lata de creme de leite
- 1 col sopa de raspa de casca de limão
Em uma tigela, misture bem o leite condensado com o suco de limão até obter um creme consistente. Adicione o creme de leite e as raspas de limão.

Cobertura:
- 3 claras
- 6 colheres de sopa de açúcar
Em uma batedeira, bata as claras em neve, junte o açúcar aos poucos e bata mais um pouco até obter um merengue bem firme. Recheie a torta com o creme de limão, cubra com a cobertura e retorne ao fogo por 10 minutos para dourar o merengue. Sirva gelada.

E vc? Sabe alguma receita especial que agrada a todos? Compartilhe com a gente.
Beijinhos,
Paula

sexta-feira, outubro 21, 2011

Decida levantar-se e ir além




Ao espaço e avante! 
(leia esse texto sempre q estiver em dúvida ou de saco cheio de tudo)


 
Sou super a favor de dias exclusivos pra cuidar da nossa saúde mental. E a favor de gentileza. E acho que toda a humanidade deveria poder tirar o mês de dezembro inteiro de férias. E, pelo amor de Deus, uma semana de trabalho de 4 dias revolucionaria o espírito humano de maneira coletiva (e o sistema de saúde pública também!). Mas não vim aqui falar sobre como levar a vida numa boa, esse texto é sobre outra forma de amor próprio: fazer o que tem que ser feito.

Tomou um pé na bunda? Calce os tênis e vá correr.
A coisa ficou preta pro seu lado? Vá trabalhar e use sua camiseta preferida.
Com prazos e tarefas até os cabelos? Saia com os amigos, vá na feira do bairro, ligue pra sua mãe.
Chorando antes de subir no palco? Coloque sachês de chá frio sob os olhos, reze. Suba no palco pela esquerda.

Vire a noite. Aumente o volume. Pegue pesado. Pegue mais pesado.
Re-priorize suas dores e calos.
Infle sua sensibilidade com coragem.
Mande o medo ir se F@d&R!
Devote-se a FAZER.

Existem motivos da sua alma para cancelar. Existem tempos para parar. Mas não agora. Vamos lá, continue, chegue no horário, cumpra seus compromissos.

Decida ser uma pessoa bem-sucedida.

Faça o que você diz que vai fazer.
Não nos deixe na mão.
Decida levantar-se e ir além.

Porque levantar e ir adiante? Não pelos motivos que vc deve estar pensando. Na real, esses motivos são aqueles que te deixam de saco cheio: não faça por obrigação. Não faça por medo das conseqüências de não fazer. Não levante e vá adiante porque vc acha que ser forte é ser mais inteligente (não é).

Decida ir adiante porque vc quer expandir - seu ser, sua vida, suas possibilidades.
Decida levantar-se e ir adiante para explorar seu lugar no universo.
Decida levantar-se e ir adiante porque superpoderes devem ser ativados e usados na vida real. 

Do outro lado vc vai encontrar iluminação, epifanias, êxtase. E o anjo da sua força está aqui esperando, sorrindo, aplaudindo, com uma pílula de endorfinas pra vc. Qdo vc transcende as circunstâncias vc ganha privilégios especiais. Como a profunda certeza de que a vida quer que vc ganhe, evidência de que vc é, sem dúvida, especial, e prova irrefutável de q vc sabe o q é importante.

Então... ao espaço! E avante! =) 

Adaptado de Danielle LaPorte.

quarta-feira, outubro 19, 2011

A energia das coisas ao nosso redor



Sobre quando eu descobri que entulhos bloqueiam o sucesso






Adaptado da Christine Kane

Olhei pro telefone e dei um grito: "Vc quer q eu faça O QUÊ?!"

“Tá na hora, Christine. Vc tem falado sobre o porão há meses, chegou a hora de encará-lo".

Estava trabalhando com meu life coach (literalmente: treinador para a vida) havia alguns meses. E mesmo tendo obtido algum sucesso no meu trabalho, eu continuava ficando presa a velhos hábitos. Ia gravar meu 4o CD e estava pronta pra ir adiante.

Thom estava fazendo o que treinadores fazem: ouvindo com atenção, vendo as coisas com clareza – e, claro, empurrando-me para tomar ações conscientes.

Ele me encorajou a começar devagarinho e limpar todo entulho do meu porão. 30 minutos por dia. Uma parte de cada vez.

Todos os dias falávamos ao telefone, e eu contava meus progressos.

Toda semana, eu tinha uma nova razão pra não jogar fora esse ou aquele item.

"Mas custou tão caro!" - "Eu posso precisar disso um dia!" - "Se eu engordar, vou ter essas roupas" - "Foi uma pechincha!"

Vou me dar crédito - eu estava indo bem em me livrar das coisas enquanto Thom me fazia perceber que aqueles pensamentos eram bobos.

Então chegou uma semana na qual eu tive que olhar para um pedaço especial do porão.

Era um cantinho onde estavam guardados móveis que eu havia comprado no Exército da Salvação e em feiras de artesanato quando comecei minha carreira de cantora. Uma estante de livros, uma pequena mesa de cabeceira, umas prateleiras. Não usava mais aquelas coisas porque meu gosto havia mudado totalmente. Tinha começado a apreciar coisas belas e opulência ao meu redor. Queria ter na minha casa apenas coisas que eu amasse.

“Então, Christine,” disse Thom “Porque vc não dá essas coisas?”

Tive vergonha. Mas falei a verdade: "bom, o q acontece é q, se minha carreira musical não der certo, se eu não ganhar dinheiro, se eu falhar, talvez precise disso um dia, e aí vou me arrepender de ter me desfeito das coisas".

Longa pausa.

“Hmmm... vc vai estar na sarjeta - mas ao menos vai ter uma estante de livros, é isso?”

Eu ri.

Thom suspirou. E o q ele disse na seqüência foi uma das lições centrais para criar meu sucesso e minha felicidade.

Ele disse q tudo na nossa vida tem energia. Tudo tem nossos pensamentos e emoções gravados. Móveis velhos não são exceção. Na essência, o q eu estava dizendo ao universo e para meu subconsciente era isso:

"Acredito tanto que eu vá falhar que estou me apegando a coisas físicas q representam essa possibilidade. Toda vez q eu passar por essas coisas no meu porão, vou me lembrar dessa minha falha inevitável. Todo momento q eu estiver em casa, meu subconsciente vai saber que na fundação da minha vida (meu porão) existem itens que provam q eu não acredito no meu próprio sucesso".

Naquela semana, chamei o Mensageiro da Caridade, e marquei pra eles virem pegar a mobília velha.

Tenho q contar q eu sorri e abanei pro caminhão enquanto minha velha mobília era levada embora. Mas a verdade é q fiquei apavorada. Estava deixando meu plano B de lado. Estava dizendo ao universo: "Eu realmente acredito no meu sucesso".

Eu nunca tinha feito isso de maneira tão concreta!

Como escrevi mais em cima, estava gravando meu 4o CD enquanto fazia essa limpeza no meu porão. Aquele CD vendeu 5x mais do q os anteriores e recebeu ótimas críticas, além de ter ficado em 1o lugar na categoria por um ano em algumas publicações de música.

Embora eu saiba q esse sucesso não veio SÓ de me livrar dos entulhos, eu acredito, de verdade, q nós temos q prestar atenção à energia das coisas q nos rodeiam. Temos q perceber o q estamos dizendo ao nosso subconsciente qdo nos apegamos a alguma coisa.

Sua vez agora.

A q vc está se apegando? Que pensamentos e crenças vc está enviando pro universo por causa disso? Vc está dizendo a si mesma q não acredita no próprio sucesso e prosperidade? Ou q vc não acredita q pode melhorar e criar novas e boas coisas em sua vida?

Escolha alguma coisa - uma coisinha qualquer - e despague-se HOJE!

terça-feira, outubro 18, 2011

A importância do sono para a saúde (física e mental)




Eu e a mana tínhamos esse objetivo comum na 1a fase: dormir mais, dormir melhor, dormir mais cedo, acordar mais cedo...

Acredito q todo mundo sabe a importância de um sono de qualidade pra nossa saúde física e mental. Noites mal dormidas nos deixam improdutivos e mal humorados, além de prejudicarem nosso sistema imunológico e assim ficamos mais propensos a termos doenças.

Eu mantive esse objetivo na 2a fase, pq realmente preciso mudar de hábitos, como escrevi aqui.

Eu tenho dormido mal de novo, e um dos meus problemas é o meu namorado. Não, ele não ronca (ainda bem!). O problema é q quando ele dorme lá em casa, sempre vamos dormir mto tarde. Ele fica no computador, às vzs trabalhando, e isso me atrapalha mto. Sou super chata pra dormir e tenho um sono super leve. Não gosto de luz, nem de barulho (já tenho um problema q é morar numa das ruas de maior movimento por aqui, logo cedo já tem carro passando e me incomoda bastante) e sempre q durmo tarde acordo mal no outro dia.

Outra coisa q atrapalha é q ele gosta de comer tarde, eu acompanho em geral e aí durmo mal, pq estou de barriga cheia e isso prejudica mto meu sono.

Dormindo pouco e mal eu fico extremamente mal humorada. Hj acordei querendo matar todo mundo, derrubando coisas, me batendo pelas paredes... Quase quebrei meu celular, q serve de despertador, pq qdo fui desligá-lo acabei atirando no chão.

Já tinha conversado com meu namorado sobre isso, mas, pelo jeito terei de conversar outra vez. A mana já tinha escrito um post aqui falando sobre relacionamento, sobre conciliar hábitos e gostos. Não acho q seja difícil, não todo o tempo, mas de vez em qdo temos esses desencontros.

Vou ter que fazer a dieta do sono tb! rsrsrs Essa vida de múltiplas dietas não anda fácil! Mas é q realmente é um item que influencia em todos os outros e é mto importante pra mim, eu fico realmente mto mal humorada, ranzinza, se durmo mal ou durmo pouco.

Alguém tem algum truque pra dormir bem?

Beijos da Taís.

segunda-feira, outubro 17, 2011

Dieta Financeira ou RF




RF = Reeducação financeira!

Além do excesso de peso, uma das queixas femininas mais comuns é da falta de dinheiro. Quanta injustiça sobrarem quilos e faltarem os dólares, né? rsrsrsrs

Mas vamos lá, encarar a realidade: se nos falta dinheiro, é pq gastamos mais do que recebemos. Nem vamos entrar no mérito se gastamos mto ou pouco com coisas supérfluas, pq nós achamos que nem todas as mulheres ganham o suficiente para suas necessidades (o mundo é injusto). hehehe

A verdade é q nós mulheres somos mais propensas ao consumo desenfreado e a descontar nossos sentimentos em comida. Só que ficar se recriminando tb não ajuda, só faz a gente se sentir pior.

Um dos nossos objetivos pra essa 2a fase do projeto é fazer uma dieta financeira, ou uma reedução financeira (RF). Temos conversado bastante sobre isso, e já evoluímos: temos mantido planilhas de gastos, diários e mensais, pra ter um controle e ver quais são nossos hábitos. Sabemos que estamos devendo as planilhas! Vamos dar um jeito nisso rapidinho! Logo elas estarão ali em cima, nas coisinhas que Compartilhamos.

As planilhas são fundamentais nesse processo, pq elas ajudam a identificar onde gastamos nosso dinheiro, possibilitando um melhor planejamento das nossas despesas.

No nosso caso, boa parte dos gastos desnecessários não está nas nossas despesas mensais como água, luz e telefone, mas, sim, nas despesas diárias, naquelas comprinhas extras que não estavam nos planos.
Ah, bem q a gente queria ter uma dessas no quintal de casa, né?

Se vc não anotar, não tem o menor controle sobre isso. De repente, qdo olha, cadê aqueles R$50 que estavam na carteira? Sumiram!

Pra resolver esse problema, nós usamos uma planilha de gastos diários, separados em categorias. Logo, logo, vamos compartilhar ela com vcs. A ideia dessa planilha é visualizar e quantificar os gastos com cada categoria, eliminando gastos bobos e fazendo uma média mensal daqueles que são mesmo indispensáveis. Essa média vai ser fixada na nossa dieta financeira como limite, que não poderá ser ultrapassado.

Lógico que economizar um pouquinho na conta de luz, água e, principalmente, meninas, na de telefone, fazem uma diferença tb. Pode ser aquele dinheirinho que a gente precisava pras compras da semana no supermercado. Pra isso, usamos a planilha mensal. Pra vcs terem uma ideia, enxugando a conta de telefone (troca pra um plano mais barato), temos planos de economizar, no mínimo, uns R$ 50,00, por mês.

Reanalise vc tb seu plano de telefone fixo, se vc realmente precisa de um. E a sua internet? Sua TV a cabo? Vc utiliza mesmo tudo aquilo que paga? Qualquer dez reais economizados são válidos. No fim do mês, vc pode se surpreender ao ver como sobrou dinheiro.

Fixados os limites de gastos, podemos começar a dieta propriamente dita. Nossa reeducação financeira vai funcionar como uma dieta. Os limites são o cardápio que a gente tem que seguir religiosamente. Não pode ultrapassar os limites. Para gastos de emergência tb teremos limites estipulados. A economia obtida no final são os quilos perdidos. E o docinho que a gente pode comer depois de um mês inteirinho seguindo a dieta é o mais legal. Depois de um mês seguindo nossa dieta financeira sem deslizes, nos daremos um presente, também com valor previamente estipulado no início. Se deslizarmos, o dinheiro do presente vai pra "caixinha".

O valor estipulado para o presente pode mudar de mês pra mês. Tb vai ser legal encarar o desafio de nos darmos um presente de, digamos, R$30. Será q vc consegue comprar um par de sapatos legais por esse valor? Vamos descobrir!

Outro item da nossa dieta é a "caixinha". É um item comum das nossas "101 coisas" (Paula - 41; Taís - 70): guardar duas notas de R$ 2,00 por semana.  Esse plano foi adaptado por mim (Paula). Além das duas notas de R$ 2,00,  eu coloco na caixinha o dinheiro das pequenas coisinhas desnecessárias que queria comprar por impulso. Resultado: R$ 70,00 na caixinha em menos de um mês. (Tô mal nessa, mana! - Taís).

Se a mana tá mal na "caixinha", eu estou mal nas planilhas. Não consigo disciplina pra preencher principalmente as planilhas diárias. Comecei agora no início do mês, mas não consegui nem uma semana... Só consigo preencher as planilhas mensais. Tenho que criar um hábito como o diário alimentar que eu tenho mantido atualizado. Enfim, vou voltar a fazer hj e estabelecer uma média com relação aos dias não preenchidos, para que possamos começar oficialmente a dieta no início de novembro.

Com relação às planilhas, eu Taís, tenho a dizer que elas facilitam mto a vida. Vc começa a perceber no q gasta, como gasta. Não é um milagre, uma coisa do dia pro outro. Comecei a fazer a planilha em julho e agora começo a ver o resultado, tenho gastado menos. Pq antes de gastar vc pensa q vai ter q anotar, se está na rua, precisa guardar todos os comprovantes, se vai pegar um táxi precisa de um caderninho pra anotar... e aí vc pensa se precisa mesmo pegar aquele táxi, entendem? Só pela preguiça de anotar! rsrsrs Brincadeira! É mais pq vai vendo qto já gastou e aí pensa se vale mesmo a pena.

E aí? O que vc achou da nossa nova dieta? Quer tentar tb? Aceitamos sugestões de como deixar a coisa mais fácil e mais eficiente! Compartilhem conosco!

Beijinhos,
Taís e Paula

sexta-feira, outubro 14, 2011

Saber cozinhar x dieta



Aí estão duas coisas que parecem mesmo contraditórias.

Na primeira fase um dos meu objetivos era aprender a cozinhar. Meio que patinei nesse tema pq outro dos meus objetivos era emagrecer e onde estão as receitas magrinhas? Até pq pra emagrecer a gente come mta salada e frutas. Tudo sem receitas, sem cozinhar, fritar, assar, no máximo, temperando. Não tem mto segredo em grelhar um bife ou preparar uma salada de frutas (até eu já fiz).

Pra que eu adquirisse experiência culinária, teria que não comer as coisas que fizesse ou largar a dieta. E que graça tem cozinhar sem ao menos experimentar o que fez? Eu queria saborear minha própria comida.

Acabei testando algumas receitinhas de vez em qdo e deixando meio de lado minha dieta. Por outros motivos tb.

Comer fora de casa pode ser ainda pior pra quem está de dieta. Nem sempre se encontra opções saudáveis e magrinhas para comer por aí. Restaurantes, normalmente, oferecem mtas tentações mega calóricas que vc experimenta "só hj". E o "só hj" acaba sendo todo dia.

Fica mto mais fácil fazer dieta qdo vc consegue preparar a própria comida.

Resolvi então comprar esse livro:
Foi o único que eu me lembrei que tinha receitinhas light. Vc conhece mais algum? Qdo chegar, eu conto se gostei.

Enquanto isso, no dia das crianças, fiz uma receita que é sucesso absoluto lá em casa: massa com molho de espinafre. A receita é da mamis, copiando um prato de uma grande rede de restaurantes fast food.  O segredo é o molho, mas é fácil de fazer e mto gostoso. Nós fizemos só com massa, mas vc pode fazer com arroz (integral, claro) e uma carne magra ou peito de frango.



Molho de espinafre:
- 1 copo de leite
- 1 colher sopa de farinha
- espinafre a gosto (adoro, então coloco bastante)
- sal e pimenta à gosto
- meia caixinha de creme de leite.

Bata no liquidificador o espinafre, o leite e a farinha, o sal e a pimenta. Leve ao fogo, mexendo sempre, até engrossar. Ao final, coloque o creme de leite.

E é só isso. Aqui em casa, até a minha filha, que é chatinha pra verduras, come.

Não é mto light tb, mas eu fiz com leite desnatado e vc pode usar creme de leite light tb. Não sei se dá pra usar farinha integral, mas não vai ser uma colherinha de farinha que vai estragar sua dieta.

Minha próxima receita é bem gorda, mas é um agrado ao namorido que diz nunca ter comido uma torta de limão na vida. Ah, ele tem que provar essa delícia. E ele é magrinho, pode comer inteira que não vai fazer nem cócegas (mundo injusto... hehehe). Peguei uma receita que parece bem fácil numa caixinha de leite condensado. Vou fazer no findi e depois conto como ficou.

E vc? Tem alguma receitinha light pra passar pra nós? Indicação de livro de receitas light?

Beijinhos,
Paula

quinta-feira, outubro 13, 2011

Preste atenção em vc mesmo



Tirei esse post de um blog bem legal, o link está lá embaixo, e a mensagem de cuidar de si mesmo é ótima. Espero que gostem.
Beijos da Taís.


Há um ditado Chinês que diz que um iceberg não fica com 30 metros de altura em apenas um dia de frio. Tudo se acumula, devagar, silenciosamente, pacientemente, especialmente quando tem a ver com a nossa saúde - ou a falta dela. Para que servem nossas planilhas, nossa capacidade de organização, se estivermos numa cama de hospital com um soro grudado no braço? E como vamos saber quais nossas paixões na vida, se estivermos drogados de medicações e remédios sem fim? 


Um elemento crucial em encontramos equilíbrio em nossas vidas é escutar nosso corpo. 
Dois anos atrás, comecei a sofrer de enxaquecas severas, não uma dorzinha de cabeça que ia embora com um cochilo, mas enxaquecas para matar. Fiquei completamente debilitada, não conseguia dormir, não podia olhar tv, e não conseguia me concentrar em nada. Impossível trabalhar com aquela dor. Então eu tinha que tentar ignorar a dor enquanto discutia algo com um cliente e pedir licença pra ir ao banheiro vomitar, de tão mal que eu ficava. 
Os remédios comuns pra dor de cabeça não faziam efeito, e o médico só ficava me receitando coisas cada vez mais fortes. Fiz raios-x e ressonâncias magnéticas, e tudo parecia normal, mas a enxaqueca não ia embora. Eu ficava tonta e sentia náuseas, ficar sozinha num lugar silencioso e escuro não estava mais ajudando. A única coisa que parecia ajudar era bater com a cabeça na parede, porque a dor da batida aliviada a dor dentro da cabeça. 
Depois de um tempo, o médico me obrigou a sair em licença médica e disse que minhas dores de cabeça eram causadas pelo estresse. 
Nos dias em que fiquei em casa, sem forças sequer pra levantar um copo d'água, tentei perceber quando as dores tinham começado, e por quê. Parecia que eu nunca tinha tido uma dor de cabeça até o começo daquele pesadelo.
Mas será que foi tudo assim, de repente? Na verdade, meu corpo tinha dado avisos desde o ano anterior, mas eu tinha ignorado tudo. Minha carreira era minha prioridade, então acho que decidi, de maneira consciente, varrer meus sintomas pra baixo do tapete, enquanto tentava subir na vida corporativa. Até que a coisa chegou num ponto de explosão e eu não tive como continuar fingindo que nada estava acontecendo. 
No caminho de perseguir nossos sonhos, muitos de nós tendemos a esquecer de cuidar de nós mesmos. 
Meu corpo deu sinais bem claros, mas foi tão fácil ignorá-lo. 
Eu comecei a ter dores de estômago diárias, por meses, uma dorzinha, mas que me fazia dar pulos às vezes. O que eu fazia? Continuava preenchendo minhas planilhas, já que eu tinha meus prazos pra cumprir. A economia do país ia mal, eu era uma pessoa responsável, precisava fazer meu trabalho, e fazer bem. 
Depois de um tempo, comecei a ter resfriados, mas meu clínico geral já sabia o que me receitar e eu pegava os remédios e voltava ao trabalho, mesmo exausta e me sentindo mal. 
Sem que eu percebesse, meu corpo estava me dando todos esses avisos de que eu estava estressada e precisava repousar. Não ir ao resort ou um spa, mas mudar a maneira como eu estava lidando com as coisas, porque estava fazendo (ou tentando fazer) muito mais do que podia. 
Mesmo quando minha secretária disse no meu ouvido "Vc devia colocar uma maquiagem antes de ver o cliente, está mto pálida e com aparência cansada" , eu ainda assim decidi que era invencível. Digamos que recebi por isso - tive boa avaliação no final do ano - mas foi só isso. Aqueles e-mails com elogios não adiantaram mto quando eu ia de emergência em emergência hospitalar por estar desidratada de tanto vomitar por causa das dores de cabeça terríveis. 
Meu sistema imunológico estava em crise, como resultado do estresse, e acabei tendo um colapso, físico e mental. 
Todos queremos encontrar um equilíbrio que funcione em nossas vidas, tempos e espaços. Mas às vzs estamos tão focados em atingir esse "equilíbrio", que esquecemos de prestar atenção e cuidar do que é mais básico: nosso corpo e nossa saúde. 
Então, antes de continuar a leitura, pare um minuto e pense: seu corpo está tentando dizer alguma coisa? 
Algumas dicas:

1. Revise sua saúde física desde o ano passado

Num caderno (ou OK, numa planilha excel se vc não resiste), escreva todas as vzs em q vc esteve doente, mesmo que tenha sido só uns espirros, ou uma dor no dedão, e tente documentar quando, a severidade, a duração, e o q vc fez a respeito. Deixe de lado por um ou dois dias e depois volte para completar, conforme as memórias forem chegando. 
Vc vai ficar surpreso com o qto consegue lembrar, se fizer um esforço consciente. E talvez fique surpreso tb pq vai lembrar de mais dias de dor e desconforto do q pensou inicialmente. 

2. Revise suas condições físicas diárias

No mesmo caderno ou na mesma planilha, comece uma nova seção, escrevendo sobre suas condições físicas no dia-a-dia. Vc pode começar escrevendo uma vez por semana e depois diminuir os intervalos. 
Crie um sistema para registrar seus níveis de energia e tb seu humor (a boa e velha tabelinha ajuda a descobrir qdo a TPM vem, acho q é uma boa ideia pra esse tipo de controle, não pra evitar gravidez, ok?):
  • Vc estava mais cansado q de costume? Pq?
  • Estava alegre? Triste? Mau humorado? Pq?

Tb anote qualquer tipo de dor que vc sinta, ou áreas c/problemas - pescoço, coluna, quadris, pés? Vc tem dores de cabeça com frequência? 
Depois de 2 semanas, vc vai poder ver se tem algum sintoma recorrente. Compare com o seu registro do ano passado. Existem padrões? Alguma coisa mudou?

3. Pare se precisar

Se vc notar padrões, pergunte-se: o q causou isso? Algum tipo de atividade específica, mudança na alimentação? Identifique os fatores e tente mudar o que gera a causa. 
Se seus olhos estão cansados de tanto trabalhar em frente ao computador, pare de ler esse post e volte mais tarde. 
Qualquer desconforto conta, e vc deve pará-lo. (Isso me lembrou esse post).

4. Mude seus hábitos

Aqui chega a parte em que todas as dicas que demos sobre prioridades e como gerir seu tempo começam a ajudar. Planeje sua situação ideal e pense como vc pode eliminar seu problema de saúde - vc está se exercitando de menos? De mais? Trabalhando demais? Dormindo de menos? Fumando? Bebendo muito álcool e comendo mta porcaria? Faça planos e mude seu comportamento.
Se vc não identificar as causas dos seus problemas, será difícil encontrar soluções ou ver melhoras. Escute o q seu corpo diz, qq dorzinha ou incômodo é uma mensagem e vc deve prestar atenção.
Hj em dia, penso no meu corpo todos os dias antes de dormir e escrevo num diário. Tenho uma planilha pras minhas enxaquecas e pros dias em q me sinto super bem. No meu diário anoto também como tenho me sentido depois q comecei a praticar meditação e tai chi chuan. 
Passos de bebê e pequenos ajustes, assim tenho evoluído. Toda semana vejo o q precisa ser mudado e trabalho nesse sentido. 
Todo mundo precisa encontrar seu ponto de equilíbrio. Eu só quero q vc escute seu corpo nesse processo. 
Tirado daqui.

quarta-feira, outubro 12, 2011

Celebridades que lidaram com a depressão - como vc está lidando com a sua?



Owen Wilson, ator de Marley e Eu e de Penetras Bom de Bico, 
tentou se suicidar em 2007, quando estava sofrendo de depressão

Vamos falar de depressão? Já mencionei aqui, algumas vzs, q eu sofri de depressão severa e estou em recuperação. Uma das coisas q me ajudou, e mto, foi ter criado esse blog com a minha irmã. Sem o apoio dela, do meu namorado, das primas e amigas, não sei o q teria sido de mim. Ou melhor: eu sei, mas é melhor nem falar sobre isso.

A depressão é uma doença, e deve ser tratada como tal. Não é brinquedo, não é manha, não é preguiça. É um estado mental completamente horrível e eu espero q nenhuma das nossas leitoras tenha já passado por isso. Mas se vc já passou, está passando, ou conhece alguém q sofre disso, esse post pode ser útil.

Estava lendo o site Health, q sempre tem dicas legais de saúde. Eles fizeram um artigo falando sobre celebridades q sofreram de depressão, não só sobre aquelas q conseguiram se recuperar, mas tb quem teve um fim trágico, como aquele gatinho do Heath Ledger, q fez o Coringa do último filme do Batman.

Um dos maiores problemas de quem sofre de depressão é a incompreensão de familiares, amigos e conhecidos. As pessoas, na maior parte das vezes, não conseguem entender, mtas NÃO TENTAM entender, e te tratam como se vc fosse um sem-vergonha q não quer trabalhar. No meu caso, pelo menos, muita gente viu assim.

As pessoas não enxergam a depressão como um problema real. Pq se vc não está doente (com sintomas físicos como febre e tosse, p.ex.), se vc não está pobre da noite para o dia, se vc não perdeu nenhum familiar ou pessoa querida, então, qual seu problema, não é mesmo?

Estranhamente, vc não precisa se sentir deprimido, para ter depressão clínica.

Alguns sintomas são:
Humor deprimido de maneira anormal (ou mto irritável, especialmente no caso de crianças e adolescentes)
Perda de interesse nas coisas, especialmente atividades que eram prazerosas
Distúrbios alimentares (perda ou ganho de apetite, perda ou ganho de peso)
Distúrbios do sono (insônia ou sonolência excessiva)
Distúrbios de atividade (lentidão ou hiperatividade)
Fadiga anormal, perda de energia
Excesso de auto crítica ou culpas injustificadas
Perda de concentração e indecisão excessivas
Pensamentos mórbidos e sobre suicídio

Bom, eu tive todos esses sintomas. Todinhos. Não ao mesmo tempo, mas quase todos ao mesmo tempo. Tinha dias q eu não levantava da cama, em outros não conseguia dormir. Chorava ou ficava furiosa com o mundo e com tudo e todos. Emagreci mto e depois engordei. Não tinha esperança, não achava graça em nada, e tinha dias q eu não queria nem tomar banho, nem comer, nem nada de nada. A verdade é q eu só tomava banho e comia se meu namorado vinha me ver, ou se a mana ou alguma amiga vinha. Se ninguém vinha, eu ficava chorando na cama o dia todo. Gastei todo meu seguro-desemprego nisso. Não fui procurar outro trabalho, não conseguia fazer nada, ficava jogando fazendinha no Orkut. Mamãe só me visitou uma única vez e o único comentário q ela fez foi de q eu deveria arrumar um trabalho.

E sim, eu pensava mto em me matar. Eu planejei, mais de uma vez. Eu fiz coisas q colocaram minha vida em risco, como beber demais, sair sozinha na madrugada bêbada. Nesse período, eu fazia terapia e a minha terapeuta me indicou um antidepressivo. Uma amiga chama o tal remédio de pílula do riso, mas ele não funcionou mto bem pra mim. Meu ginecologista disse q aquele tipo específico de remédio não funcionava bem pra mulheres com endometriose, como eu, só q não me receitou outro. Tomei o tal remédio por 4 meses e resolvi largar. Li mto sobre depressão e resolvi deixar o tempo me curar. O tempo foi bom, acabou o seguro-desemprego eu fui obrigada a procurar um trabalho (nada como a necessidade pra mover a gente). O q eu consegui, na época, era péssimo, um ambiente ruim, ruim. Eu voltava pra casa chorando tdos os dias. Aí consegui trocar pra onde estou agora. O salário, como já disse antes, não é bom. Mas o ambiente é mto bom, as pessoas são ótimas. E isso tem ajudado tb.

Se alguém fala de suicídio pra vc, leve a sério. Estudos mostram que a maioria dos suicidas falou sobre o assunto até um ano antes de cometer o suicídio. Um milhão de pessoas morrem no mundo todos os anos - por escolha própria. Não sei os dados no Brasil, mas nos EUA 30 mil pessoas se matam por ano. É um número mto alto. Na Wikipedia eu encontrei a informação de q o estado onde eu e a mana moramos (o Rio Grande do Sul) tem a mais alta taxa de suicídios do país (deve ser pq aqui o clima é frio).

O que dizer e o q não dizer
5 coisas a dizer pra uma pessoa com depressão severa ou com intenção suicida:

Eu te entendo.
Estou aqui pra te ouvir.
Eu te amo.
Vc não está sozinha/o.
Vc quer q eu consiga ajuda pra vc?

5 coisas q não devem ser ditas pra uma pessoa com depressão severa ou com intenção suicida:


Vc vai sair dessa.
É só uma fase.
Não seja tão egoísta.
Vc só quer atenção.
Sacode a poeira e dá a volta por cima.

É verdade q a depressão passa. Mas se vc não procurar ajuda, talvez ela não passe. E uma coisa q piora mto é a incompreensão das pessoas, com tda certeza.

Eu procurei ajuda e acabei decidindo ficar lambendo minhas feridas, como diz outra amiga minha. Nesse período li um livro bem divertido sobre suicídio (sei q parece estranho, "bem divertido", mas é mesmo), Um Longo Caminho, de Nick Hornby, me ajudou bastante. Sei q pessoas religiosas encontram mais ajuda, pq podem rezar e contam a comunidade da igreja q frequentam. Isso ajuda, com certeza, mas não sou religiosa.

Um dos motivos pelos quais quero fazer terapia novamente é o medo de ter depressão outra vez. Pq ela pode voltar, tem gente q tem episódios durante toda a vida e tenho medo disso. Eu quis compartilhar isso aqui pra q pessoas q sofrem dos sintomas acima possam procurar ajuda. Não tenha vergonha, não é sua culpa.

Beijos da Taís.

segunda-feira, outubro 10, 2011

Novos hábitos em 30 dias



Imagem emprestada da Nat

Minha lista de 101 coisas tem alguns itens relativos a criação de novos hábitos. São projetinhos de 30 dias, tempo suficiente, segundo alguns estudos, pra se adquirir um novo hábito.


17. Escrever num diário, pela manhã, todos os dias por 30 dias
18. Meditar todos os dias por 30 dias
19. Escrever diariamente no blog por 30 dias
20. Fazer as unhas uma vez por semana por 30 dias
21. Tomar café da manhã de rainha, todos os dias, por 30 dias, antes das 8h da manhã (mas light, claro)
60. Ser vegetariana por um mês
84. Passar hidratante no corpo todos os dias depois do banho por pelo menos um mês


Ontem de noite eu mexi nas minhas maquiagens e tenho muuuuuita coisa. Mas pelo menos não tive q jogar nada fora, além de uma sombra e um batom mega vencidos. Mas joguei fora uns shampoos e tb hidratantes pro corpo, vencidos. Descobri q tenho um pó base da Avon novinho q eu nem lembrava q tinha! Achei ótimo pq ele tá dentro do prazo de validade e o pó q eu tenho usado todo dia tá acabando.
Tô cumprindo direitinho minha meta de usar make tdo dia! =)


Sobre os hábitos de um mês: pretendo começar essa semana, hoje, dia 10/10. Assim, até 10/11 deverei ter cumprido essas coisas. Em novembro tenho férias de 10 dias! Iupi! E já tenho destino: Buenos Aires! Meu namorado amado me deu a viagem de presente! E aí vou poder realizar um sonho e riscar mais um item da lista (23)! Mto feliz! ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥


Pensei em fazer uma planilha pra acompanhamento dessas metas de 30 dias, mas tô em dúvida. Resolvi começar a usar hidratante todo dia na quinta passada (06/10/2011). Aí incluí no diário alimentar, junto com make. Acho que fica mais prático controlar tdo na mesma planilha.


Hoje de manhã não deu tempo de escrever no diário, mas procurando nas minhas coisas achei um caderninho lindinho que vai servir de diário pra mim. Hoje de manhã já tomei um café bem melhor do q eu costumo tomar.
Só que hj não vai dar pra começar a dieta vegetariana pq a mana veio me visitar e vamos comer sushi! =)


Emagreci 800g semana passada e tô chegando mais perto do meu objetivo de Natal: 65kg! Tô com 69,15kg agora. Vamo q vamo!


Beijos da Taís.

sexta-feira, outubro 07, 2011

Como ser autoconfiante




COMO SER AUTO CONFIANTE,
POR ELLE MACPHERSON

Se existe alguém que entende de auto confiança, é uma supermodelo, mas essa supermodelo diz que tudo é questão de se aceitar e usar calças confortáveis 
"Auto confiança é um estado de espírito, uma maneira de ser," diz Elle Macpherson. "É verdade, quando penso sobre como me sinto em relação a mim mesma, ou percebo as pessoas à minha volta, é uma coisa que sempre me cruza o pensamento: ser auto confiante é uma coisa que vem de dentro". Então, Elle, como podemos fazer?
Elle: sorrindo de dentro pra fora.

VEJA OS PROBLEMAS DE UM NOVO ÂNGULO
"Eu sempre digo foque na solução, não no problema, só q a solução não é óbvia, é mudar seu ponto de vista quanto ao problema. Quando há algo em mim mesma q me perturba, não entro em pânico e foco em mudança. Ao contrário, foco no q eu gosto em mim mesma. Por exemplo, tento não olhar no espelho e pensar 'céus, tenho rugas aos redor dos olhos, estou velha' eu penso q isso significa q tenho experiência e q aproveitei a vida e vou ter ótimas histórias a compartilhar com meus filhos".
ESTEJA CONFORTÁVEL EM SUAS ROUPAS
"Isso não é algo trivial, realmente me afeta. Sempre me sinto melhor qdo uso roupas confortáveis, coisas q escolhi sem pensar muito, do q quando tenho q me arrumar ou tento montar um look. Estando confortável toda minha linguagem corporal muda. Evite as calças justas! Rsrsrsrsrs
"Eu digo 'sempre foque-se na solução, não no problema', mas a solução pode não ser óbvia, é na verdade mudar seu ponto de vista quanto ao problema".
"Se vc está em paz com seu corpo, vc exala auto confiança. Pessoalmente, eu só uso jeans. Adoro jeans e calças confortáveis e sapatos de salto alto. Me deixam mto alta, mas me dão auto confiança".
SEJA SUA PRÓPRIA MÃE
"Há um lado prático e outro emocional nisso. Primeiro, fale consigo mesma como uma boa mãe: foque-se nos seus aspectos pessoais q vc realmente gosta. Depois, pense no seu bem-estar físico. Qdo meus filhos ficam brabos ou chateados, eu penso 'eles estão cansados ou comeram mto açúcar?' Nosso estado mental está sempre conectado com nosso bem-estar corporal. Sempre bebo bastante água, como direitinho, durmo o suficiente, e procuro ter sempre uns momentos só pra mim pela manhã, acho q esses momentos me levam de volta pro centro, me dão equilíbrio e colocam meus pés no chão".

Tirado daqui.

Beijinhos da Paula e da Taís.

quinta-feira, outubro 06, 2011

Como ler mais




Ler é uma das minhas coisas preferidas.
Um livro é uma máquina do tempo, uma passagem para uma nova dimensão, uma mágica q nos coloca nas mentes e corpos de pessoas fascinantes, um meio de transporte q te leva a passear pelo mundo afora, uma maneira de explorar sentimentos e histórias q talvez não vamos viver, é um criador de amigos. Tudo numa coisa só.
Leio pq amo a experiência, amo o q aprendo nos livros, pq eles me transformam.
Não sou a maior leitora do mundo, mas estou sempre lendo, e adoro.
Mta gente diz q gostaria de ler mais, mas não sabe como começar.
Por isso adaptei essas dicas do Zen Habits pra vcs:
1. Não leia por obrigação — leia por diversão. Procure livros q tenham histórias legais, divertidas, sobre pessoas q te interessam, sobre novos mundos q vc quer descobrir. Não dê ouvidos pra quem diz q vc deveria ler isso ou aquilo, leia o q vc tiver vontade. Esqueça os clássicos, a não ser q eles se enquadrem nessa categoria.
2. Encontre tempo. Dizemos q não temos tempo pra ler, pq trabalhamos mto, estamos sempre na internet (onde podemos achar boas leituras, mas acabamos nos distraindo c/twitter, facebook e orkut da vida), e vemos mta tv. Escolha um horário e faça dele seu horário de leitura. Comece com apenas 10 minutos se for difícil encontrar tempo - mesmo 10 min já tá ótimo. Tente 20 ou 30 min se vc tem mais tempo. 
3. Apenas leia. Desligue-se das distrações. Encontre um local quieto e tranquilo. Q seja apenas vc e seu livro. Esqueça as preocupações. Se tiver q fazer mais alguma além de ler, tome uma xícara de chá.
4. Ame o livro q vc está lendo. Vc não está lendo p/aprender ou ser melhor. Vc está lendo pq é divertido, pq traz bem estar. Ler é mágico, e essa mágica vai mudar tdo na sua vida. Ame a experiência de ler, pq isso ajuda a criar o hábito.
5. Torne sua leitura uma coisa social. Encontre amigos q amem ler, ou procure pessoas assim na internet. Tem um montão de gente q adora livros e adora dar dicas e recomendações. Entre para um clube do livro, ler é solitário, mas tb pode ser social. E vc sempre terá assunto! T
6. Faça da leitura um hábito. Escolha algo da sua rotina diária q vai "mandar" vc ler. Por exemplo: hora do chá é hora de ler. Mesmo q seja só por 5-10 min. Se vc se esforçar, logo vira hábito. 
7. Não faça da leitura apenas mais uma tarefa. Não torne a leitura apenas mais um item da sua lista de coisas pra fazer. Não é parte de um plano de melhoria pessoal. É parte do seu plano de uma vida mais divertida!
8. Se o livro estiver chato, pegue outro. Ler não deve ser algo q vc faz pq faz bem pra vc - não é como tomar vitaminas ou beber 8 copos de água por dia. Vc lê pq é divertido, é entretenimento. Então se um livro é chato, deixe ele de lado. Leia um capítulo, se vc não gostar, pegue outro livro pra ler.
9. Descubra livros extraordinários. Eu sempre falo c/outras pessoas q amam livros, leio resenhas e críticas de jornais e revistas, e frequento livrarias, em especial as pequenas. Bibliotecas tb podem ser lugares legais, as pessoas quase não usam, mas sempre dá pra achar algo bacana nelas. Faça uma visita.
10. Não se preocupe c/a velocidade. Algumas pessoas leem rápido, outras devagar. O número de livros lidos, se eles são "bons" ou não, isso não importa. Vc não está competindo. Vc está lendo por prazer, então leia na sua velocidade, permita-se. É como comer algo delicioso: sempre é melhor se vc saboreia. Se vc engole rápido não dá nem pra sentir o gosto direito.

Já dei umas dicas de leitura aqui, gostei mto do livro da Marie Forleo, aquele da Maria do BBB. Eu sou bem eclética e leio de tdo. Gostei mto da trilogia Millenium, o 1o. vol é "Os Homens que não amavam as Mulheres", eu li os 3 livros, são mto bons. E tem a coleção do Guia do Mochileiro das Galáxias, q é mto engraçada! Eu agora tô lendo Ensaio sobre a Cegueira, estou achando um pouco angustiante, não sei se vou continuar a leitura.
E vc? Tá lendo algum livro? Tá gostando? Qual sua relação com os livros?
Conta pra nós! =)
Beijos da Taís.