sábado, fevereiro 16, 2013

Mantenha-se na linha, custe o que custar!



Essa é a 7a aula do cursinho sobre orçamento. O texto é do Jesse, criador do YNAB, e eu (Taís) traduzi.


Nós vamos analisar a Regra Três em profundidade maior hoje. É, de longe, a mais vaga das quatro regras de fluxo de caixa, mas é a minha preferida.

Você provavelmente já ouviu o ditado, "deixar rolar." Basicamente, significa levar as coisas como elas são. Seja adaptável - flexível. Como o leito do rio, que não resiste à água, simplesmente deixa-a passar.

No orçamento, o mesmo conselho se mantém. Até agora, nós não falamos muito sobre como as pessoas tendem a ficar muito deprimidas e para baixo sobre si mesmas quando o orçamento não funciona para elas. Eles costumam simplesmente jogar a toalha.

Então, o que acontece quando você "deixa rolar" o orçamento? Bem, nada. Vc simplesmente percebe q gastou demais. Mas isso não é motivo pra jogar a toalha e desistir.

A Regra Três é sutil, mas aqui está: se você previu em seu orçamento R$200 para a categoria de supermercado para o mês de março, por exemplo, e gastou R$250, você estourou seu orçamento nessa categoria em R$50. Em abril, o total de dinheiro disponível que você tem para essa categoria é reduzido em R$ 50. Sua categoria de supermercado é zerada, e é isso. Deixe-me enfatizar que você não tira os R$50 de sua categoria supermercado - você retira do total de dinheiro disponível no próximo mês. Se você quisesse, você poderia prever um orçamento de R$150 em supermercado para tentar compensar isso, mas não há necessidade. Assim que você tirá-lo de dinheiro disponível naquele mês, essa categoria q ficou descoberta terá pago a dívida.

Essa é a essência da regra: você paga pelos seus erros na distribuição do dinheiro dentro do orçamento, retirando-o do total disponível no mês. O q significa q todas as categorias terão sua verba disponível reduzida.

A maneira mais fácil de fazer isso é usar o YNAB. Mas vc pode se dar bem com papel e caneta ou uma planilha de Excel.

Eu gostaria de estar aí na sua frente explicando este conceito. Estou aqui gesticulando sozinho e sendo enfático, falando com as paredes. Se eu estivesse na sua frente, estaria discursando.

Eu amo essa regra, pois mantém as pessoas em seu orçamento, sem puni-las de tal forma que elas nunca mais se recuperam. Esta regra está aí para que você tenha uma rédea conservadora com seu dinheiro. 

Vamos olhar um pouco mais pra categoria supermercado. Se você  gastar mais de R$50 - e não zerar seu saldo de supermercado no final do mês, você estaria vivendo com o  excesso de gastos de R$ 50 a cada mês. E se você orçou R$200 para abril e, na verdade, gastou R$200? Ainda assim permaneceriam em aberto os R$50 excedentes do mês anterior (mesmo que tecnicamente vc tenha feito o que planejava fazer esse mês). O ciclo pode continuar todos os meses. Mas, se você zerar a categoria e levar os R$ 50 do dinheiro disponível para o orçamento para o próximo mês, você começa com um orçamento limpo, a cada mês.

Tenha em mente que você ainda está pagando por esse erro. Não é dinheiro livre. Você tem q pagar de volta, tirando do total disponível pro mês seguinte. E se você fosse continuar com esse seu jeito alegre e descompromissado de gastar e gastar, vc ia afundar rapidinho. Mas você não vai. Você vai ficar melhor e melhor em ficar dentro do seu orçamento e estes estouros acontecerão com cada vez menos freqüência.

Eu vou abrir meu coração aqui. Minha esposa e eu estamos casados ​​há quase oito anos, no momento em que escrevo este texto - e temos operado usando as regras YNAB de Fluxo de Caixa o tempo todo. Nós nunca, nunca ficamos dentro do orçamento para a categoria supermercado. Quando nós casamos, tínhamos um orçamento de R$120 e gastávamos R$130. Então, nós aumentamos o orçamento para R$130 e passamos a gastar R$ 140. Então nós orçamos R$150 para gastos de supermercado e passamos a gastar R$160. Tentamos voltar pros R$120 originais e gastamos R$130. É soda, mas alguns meses atrás, nós orçamos R$200 e gastamos R$215. Vai entender né? Será que me incomoda? Nah. Eu me pergunto que tipo de demônio que temos em nosso carrinho de supermercado quando estamos comprando? Sim. Só sei q funciona assim. Não desistimos, não largamos nosso orçamento por causa disso. Aplicamos a regra três.

O fundamental é deixar rolar. O que nós gastamos a mais em um mês, temos q pagar no próximo. Cada categoria é zerada e o valor gasto a mais sai do total disponível no próximo mês. É magistralmente simples. Você realmente não sente o que o orçamento está a fazer. Ele só toma-o pela mão, faz algumas correções, e leva-o suavemente por um caminho mais prudente.

Tudo bem, isso é tudo para Regra Três. Na próxima aula veremos a regra 4. O tema de casa de hj é reler as aulas anteriores e ver se vc entendeu tudo direitinho.

Beijos da Taís.
Comentários
5 Comentários

5 comentários :

  1. Olá Tais! Adoro os post sobre educação financeira! Desde que me formei e comecei a ter que sustentar fiquei apaixonada por economia doméstica! Comprei vários livros, bem louca!
    Eu adoro essa regra do texto, mas meu marido tem uma certa dificuldade com ela... ele simplesmente não entende! hehehe Mandei o teu post pra ele :)
    Tomara que agora ele entenda :D

    beeeijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essas aulinhas são uma ajuda e tanto! Espero q teu marido entenda! rsrsrsrs

      Excluir
  2. amei seu blog, seguindo ele, segue o meu (emydeoliveira.blogspot.com.br) bjos

    ResponderExcluir
  3. Olá flor,

    Eu recebi um selinho e gostaria de compartilhar a você, mas existem umas regrinhas,
    Regrinhas:
    1- Cite o nome da pessoa que indicou você para responder a tag
    2- Responda as 11 perguntas feitas pra você
    3- Faça 11 perguntas para os blogs que você indicou
    1ª tag:
    Escolha no máximo 10 ícones fashion: artistas que você gosta muito e que acha fashion.
    2ª tag
    Responder as perguntas que a blogueira que te indicou enviou, e fazer mais 11 perguntas para enviar para a próxima blogueira.
    As regras:

    1 - Apenas quem recebeu o selo pode posta-lo;
    2 - Quando postar o selo poste as regras também;
    3 - Repasse o selo para 11 blogs e os avise sobre o mesmo;
    4 - Divulgue o nome do blog que criou o selo juntamente com o link : Diário de Críticas
    As perguntas que deverão responder:
    1. Como escolheu o nome para seu blog?
    2. O que te levou a criar um blog?
    3. O que mais te motiva?
    4. Qual seus sonhos e objetivos de vida ?
    5. Seu maior medo?
    6. O que mudaria em sua vida?
    7. O que mais se orgulha em sua vida?
    8. Quem você mais admira nessa vida e porque?
    9. O que você detesta?
    10. Qual a maior prova de superação?
    11. Como você se define?


    passa no meu blog conferir. E pegue o seu selinho.
    bjos

    ResponderExcluir
  4. Tá ficando cada vez mais complicado isso de guardar auhuahuaa

    Kisu!

    ResponderExcluir

Adoramos saber o que você pensa! Compartilha com a gente!